Confira as últimas notícias do CPBR

Ontem, Christina Perri fez um novo Q&A em seu twitter. Perri estava em casa, gripada mais um vez e decidiu responder algumas perguntas. Ela foi muito questionada sobre sua carreira e respondeu com vontade curiosidades sobre sua gravidez. A ordem das perguntas não foi feita exatamente assim, separamos perguntas sobre a gravidez e sobre o futuro musical para ficar menos bagunçado. Confira a baixo.

Como vai a gravidez?
Foi horrível até cerca de 14 semanas, e então ficou mais nivelado. Me sinto bem agora, mas suponho que não vai durar haha
Primeira pergunta. É um menino, certo?
Eu não sei Não estamos querendo descobrir!
Qual sua expectativa? Menino ou menina?
Eu mudo de ideia todo dia! Eu não faço ideia!
Quando é a data esperada?
Ainda tenho cerca de 3 meses e meio.
Qual o desejo mais estranho que você teve até agora?
Hmm eles são diferente todos os dias. Eu diria pepinos e picolés.
Qual o alimento número um que você deseja durante a gravidez?
Cheeseburgers e waffles!!!
Você já escolheu um nome? Paul concordou?
Nós dois temos nomes que adoramos, mas não contamos a ninguém.
O que você fez quando percebeu que estava grávida?
Ficamos totalmente chocados mas muito animados ao mesmo tempo.
Em quanto tempo você vai fazer uma viagem para a Disney com seu pequeno quando ele nascer?
O mais cedo possível.
Você já decidiu que tipo de parto vai ter?
Não, porque meu corpo vai decidir no dia!
Qual a primeira música que você quer que seu bebê escute?
Eu toco música de bebê todo dia. Eu canto algumas músicas e então eu uso meus pequenos botões de barriga para tocar músicas da Disney e Beatles ás vezes.
Parte mais assustadora de estar grávida?
TODA ELA!
Parte mais assustadora de ser tornar mãe?
TUDO!
Qual a coisa mais incrível sobre estar grávida?
Até agora a única coisa que gosto é de sentir o bebê se mexendo. Todo o resto não é incrível.
Qual a lição número um que você quer ensinar ao seu filho/a?
Ter o coração aberto e amar a TODOS, ser corajoso e gentil, ser 100% ele mesmo. Muitas coisas.
Se o seu filho quiser tatuagens e for menor de idade, você assinaria uma autorização?
Claro! Eu comecei a me tatuar com 15 anos, então eu não posso ser hipócrita, mas talvez ele/a não goste de tatuagens porque pode pensar que eu sou boba haha
Você vai tentar manter o bebê fora do centro das atenções o máximo que puder?
Eu nem estou no centro das atenções hahah mas acho que sim.
Quando é o casamento?
Nenhuma pista! Tenho que terminar de fazer uma bebê primeiro!
O bebê terá algo de sua personalidade nele, isso já fará dele um lindo ser humano (essa afirmação é sobre um tweet da christina antes de começar o Q&A “Ás vezes eu não consigo aguentar o quanto estou animada para conhecer a pessoa que estou fazendo dentro de mim agora mesmo… tipo como ele/a vai se parecer? O que ele/a vai amar?).
Espero que sejam apenas como Paul porque ele é o melhor.
Você está pronta para comprar uma mini van e levar seu filho para escola enquanto Beatles toca no rádio? Eu posso ver Judith logo ali, estou acenando para ela.
Sim para tudo isso, exceto pela mini van. Você sabe que vou manter meu porshe!
Sobre o que você está mais ansiosa no futuro?
Conhecer esse bebê e começar uma família. É o que eu sempre sonhei!
Vocês tem algum animal de estimação, se não, tem planos de ter no futuro?
Claro! Bebês e pugs! Tudo o que eu quero.
O que podemos esperar de Christina Perri, a artista, para o futuro?
Um bebê!

 

Podemos esperar música nova depois que o bebê nascer?
Eu não sei! Eu sempre escrevo músicas, então talvez outras pessoas as cantem ou talvez uma venha por si só – mas nenhum álbum planejado!
Você é muito nova para não continuar cantando suas belas músicas!
Eu vou cantar músicas para sempre. Só não tenho certeza se vou lança-las profissionalmente ou não. Não há razão para ficar chateado por mim, estou muito feliz!
Você pensou em se estabelecer depois de ter o bebê, ou você quer continuar a lançando música/fazendo turnê?
Estou totalmente estabelecida, mas acho que sempre vou escrever/lançar músicas.
Você vai fazer turnê de novo quando #babyperri for mais velho?
Eu não sei! Talvez um dia. ps é #babycostabile
Alguma previsão para o novo álbum?
Não vai acontecer! Estou criando uma família agora! Se eu quiser fazer outro álbum ou turnê, todos vão ficar sabendo.
Você tem planos de cantar ou fazer turnê no futuro?
Cantar? PARA SEMPRE. Turnê? Eu não tenho planos.
Parabéns pela gravidez! Você sente falta de se apresentar?
Não!
Nos últimos dias você estava fazendo música realmente por diversão ou vai lançar algo antes do nascimento do bebê?
Realmente por diversão.
O mundo não por perder um talento desses (esse tweet foi escrito em português mesmo, algumas horas depois do Q&A, mas graças ao recurso de tradução do twitter, Christina traduziu e respondeu)
Relaxa! Eu não disse nunca. Apenas não agora.
O que você mais sente falta em ser uma artista quando você tira um tempo pra si mesma e sua vida pessoal?
Eu sempre sou uma artista, mesmo quando não estou em turnê! Haha Eu sinto falta da minha banda e equipe, mas eu estou tão feliz e completa na parte da vida em que estou agora.
É uma coincidência que seus dois caras favoritos Paul Costabile e Paul McCartney compartilham do mesmo primeiro nome?
Paul foi nomeado depois do McCartney! Haha ele é minha alma gêmea com certeza.O que você mais ama no Paul Costabile?
Tudo, literalmente.
Qual foi a primeira coisa que ele disse, ou gesto, que fez você se apaixonar por ele?
Hmmm… tenho certeza que me apaixonei por ele quando nos conhecemos. Ele disse “dia cheio?” E foi isso.
Qual seu estúdio favorito para gravar?
Qualquer um que David Hidges esteja no dia.
Qual seu livro favorito?
Recentemente eu tenho lido cada livro escrito por Richard Rohr!
Eu notei um post no seu instagram há um ano atrás sobre esta limpa e não beber álcool, por que você fez isso?
Porque eu precisava e queria parar. Agora são cinco anos e meio sóbria.
Pensamentos sobre bloqueio de escritores? Alguma dica ou truque?
Continue escrevendo através dele!
Lugar favorito de se apresentar?
Minha sala de estar.
Qual sua música favorita do Head or Heart. 3 anos depois de tê-lo lançado?
Run continua sendo minha favorita.

Tradução: Fernanda Billerbeck

Ontem, dia 28 de Agosto, Christina Perri esteve na Disney. Nas redes sociais ela disse “Primeira visita do bebê!” e publicou uma foto na frente do principal castelo do parque. Perri, ao que parece grávida de quase cinco meses, esteve com seu irmão Nick, a sobrinha Tesla Mia e sua cunhada, Misi. Confira algumas fotos do passeio.


FOTOS PESSOAIS • PERSONAL PHOTOS > DISNEY 28-08-2017

Algumas semanas atrás foi divulgada uma nova entrevista da cantora e compositora, Christina Perri. Na entrevista, Perri nos comove falando sobre sua doença mental e sobre vícios. Confira a baixo a tradução da matéria completa para o site The Mighty.

O que ajuda Christina Perri a passar pela depressão quando a vida é “demais”
A primeira lembrança de Christina Perri sobre a ideia de suicídio foi de quando ela tinha apenas 8 anos- uma experiência que afetou a cantora/compositora sua vida toda. Agora suas batalhas com ansiedade, depressão e vícios inspiram ela a escrever músicas que muitos que passam por isso as consideram hinos. Em um momento difícil na minha luta com um disturbio alimentar, um bom amigo meu tocou “I Believe”, e isso se tornou um dos meus hinos de recuperação. Para mim, essa música captura perfeitamente o ponto de encontro dessa luta, a força e a sensação de que “talvez eu realmente vou ficar bem.”

Perri, agora com 30 anos, noiva e esperando seu primeiro filho, recentemente se abriu em uma entrevista com The Mighty sobre terapia, como seus pais e noivo lidam com sua saúde mental e como, quando tudo mais falha, música a ajuda a sair da escuridão.

AO INICIAR TERAPIA QUANDO CRIANÇA:
Como muitos que lutam com sua saúde mental quando criança, Perri cresceu se sentindo geralmente “melancólica e peculiar”, mas não entendia que estava lutando com a depressão e ansiedada até estar mais velha. Ela se lembra, como criança, de estar “apaixoanda por sua família” mas também de sentir muita tristeza. Mais tarde, ela lutou com o vício.
Sua mãe reconheceu que havia algo errado enquando escolhiam um presente de natal para o professor do primário. “Eu me lembro de ameaçar me matar em uma loja de departamento por algo que minha mãe queria comprar,” Perri contou para o The Mighty. “Eu quis me jogar pelas escadas rolantes.
Sua mãe colocou ela na terapia logo depois, e 22 anos depois ela continua indo. “Eu amo terapia. Eu sou uma grande defensora disso,” ela disse, embora ela adimita que não estava disposta sobre ir até os 17 anos.

AO FALAR COM SEUS PAIS SOBRE DOENÇAS MENTAIS:
Apesar de seus pais colocarem-na em terapia depois dela expressar seus pensamentos suicidas, Perri disse que sua mãe realmente não entendeu sua luta até bem mais tarde, e seu pai ainda tem dificuldade em entender:
Minha mãe ficava, ‘O que tem de errado com voce?’ Ela não sabia como lidar comigo. Meu pai é da Itália, e ele ainda não entende a cultura americana… Ele dizia, ‘Fique boa, saia disso.’ Os dois são tão gentis e amáveis, mas eles simplismente não se conectam a isso.
Ela e seus pais estiveram no Al-Anon, um grupo de apoio para familiares e amigos daqueles que lutam com o alcoolismo. Perri disse que a linguagem usada no grupo ajudaram eles a se comunicar sobre sua saúde mental.

MEDICAÇÃO E LIDANDO (com a doença):
Perri tomou antidepressivos entre 10 e 14 anos de idade, mas ela não gostava da maneira que eles a faziam se sentir.
Me deixavam meio adormecida. Me lembro de não escrever e não gostar desse sentimento,” ela disse. “Mas quando eu encontrei a escrita e música, isso fez com que eu me sentisse melhor do qualquer medicação que tentei. Realmente me fez sentir melhor do que qualquer coisa. Eu estava tipo, “Ok, eu posso com a vida.
Ainda assim, mesmo com este novo mecanismo de enfrentamento, a depressão continuou. “A vida era muito para mim. Eu não me conectei com meus pares“, lembrou Perri. “Eles simplesmente não estavam tendo o peso que eu queria e eu simplesmente não tinha uma palavra para isso“.

CONTANDO PARA SEU NOIVO, PAUL, SOBRE SUA DOENÇA MENTAL:
Eu estava tão nervosa no momento em que o Paul descobriu que eu não sou ‘normal’. Paul não tem depressão, alcolismo ou ansiedade. Eu sempre tive vergonha da minha doença mental minha vida toda. Eu percebi que sou sortuda por ser uma compositora… mas ao mesmo tempo está enraizado em mim ter vergonha. Mas Paul não fugiu. Ele estava tão curioso e tem sido o melhor que você possa imaginar para uma pessoa como eu. Aberto e disposto a fazer qualquer coisa que eu precise. Quando eu disse a ele, ele falou, ‘Eu te amo mais.’
Perri disse que Paul não tentou consertá-la, em vez disso, ele reconhece suas lutas, sugere que ela faça algo quando está se isolando ou, às vezes, apenas faz uma caminhada ao redor do quarteirão com ela.

EM RECUPERAÇÃO E UMA MENSAGEM PARA AQUELES QUE ESTÃO LUTANDO:
Quando eu disse a Perri sobre minha conecção pessoal com “I Believe”, ela me agradeceu e contou quem a inspirou:
Eu entendo isso. Se você precisa disso naquele momento, é uma mudança de vida. Jason Mraz foi a pessoa para mim… Todos nós precisamos de lugares para colocar coisas. Para mim, é compor. É uma recuperação, é terapia. Essas são as coisas que me ajudaram a passar pela vida, mas eu continuo sendo aquela garota de 8 anos que anda por ai com todo esse peso.”
Quando perguntamos o que ela tem a dizer para aquele que sentem que lutar com doença mental é de mais, ela disse:
É temporário. Sempre é temporário. Aquele sentimento de queda livre sempre é temporário… Algo acontecerá que vai mudar minha percepção. É a prática de dizer, ‘Isso é horrível, mas você vai superar. É isso que salva a vida das pessoas.’

Fonte| Tradução: Fernanda Billerbeck

No dia 19 de Agosto, a cantora e compositora, Christina Perri completou mais um ano de idade. Agora com 31 anos, Perri está prestes a começar sua tão sonhada família, noiva do apresentador Paul Costabile, Christina espera seu primeiro filho! Assista abaixo nossa homenagem para ele neste ano.

No dia 5 de Agosto, as 13:05, Christina Perri anunciou no seu twitter que está esperando seu primeiro filho do apresentador Paul Costabile. Dias antes, no dia de 25 de Julho, ela respondeu uma fã que a cobrava por música nova, confira o print:

Eu tenho uma ótima razão para o atraso. Irei compartilhar logo :*

Adicionamos em nossa galeria todas as fotos da gravidez compartilhada até agora! Acreditamos que até Fevereiro o bebê deve nascer!


GRAVIDEZ

É fã de PLL e da Christina Perri? Então você deve ter surtado ontem no último episódio da série Pretty Little Liars. Foram tocadas duas músicas da Christina durante o episódio, a injustiçada, Miles do álbum Lovestrong e One Night do segundo álbum, Head or Heart. Abaixo vocês podem ver o vídeo com as  músicas tocando ao fundo. Mas atenção, SPOILER ALERT!!

Christina Perri está namorando Paul Costabile há mais de um ano, apesar de terem se conhecido em 2013, devido a um vídeo que Paul gravou com Christina. Paul é host do The Hollywood Reporter, conhecido por entrevistar diversas celebridades. Quando Costabile e Perri se conheceram, ele ainda trabalhava no iHeart Radio. Abaixo vocês podem ver o vídeo fofo que eles gravaram há anos atrás.

No dia 21 de Junho, ontem, Christina Perri foi pedida em casamento por Paul, e ela aceitou! Perri postou a novidade em seu twitter.


“Paul me pediu em casamento essa noite e eu disse sim!”

Logo em seguida, Christina postou a foto do anel em seu instagram.

Mais tarde, no instagram, Paul postou uma foto dos dois com um texto lindo.


“Eu soube que queria pedir a essa garota para se casar comigo no dia em que ela entrou na tela verde para uma entrevista, quase quatro anos atrás. Eu finalmente perguntei a ela essa noite, bem aqui, e ela disse sim!!!”

Sobre a tela verde que Paul diz no texto, ele se refere a chroma key que foi usado para fazer o vídeo que está no início do post, onde eles se conheceram.

Christina Perri está oficialmente noiva!! No twitter ela recebeu felicitações dos fãs e de amigos como Colin O’Donoghue‏ e Hayley Williams. Estamos muito gratos por ela ter compartilhado isso conosco. Agora só aguardar as novidades.

Há 5 anos, Christina Perri tirava de sua vida tudo o que podia lhe fazer mal. Hoje, Christina completa mais um anviersário de sobriedade. E para complementar esse post, traduzimos para vocês um Q&A feito por ela há algumas semanas em seu twitter, onde ela fala sobre saúde metal na hashtag #BellLetsTalk.
Bell é uma operadora de celular de fora, e eles criaram esse projeto para estimular as pessoas a falarem e a pedirem ajuda quando se trata da saúde mental. Então, Perri tirou 20 minutos do seu tempo naquele dia, para responder perguntas relacionadas a isso e disse “eu estive na terapia por 22 anos e tenho orgulho disso“. Confira a baixo.

Por que você acha que as pessoas fazem da saúde mental um tabu?
Acho que é porque as pessoas estã assustadas pelo o que elas não podem ver. Saúde mental é invisível e ás vezes vergonhosa, mas não deveria ser!

Como você teve seu primeiro diagnóstico?
Eu tinha 8 anos e era suicida. Eu comecei a terapia e disseram que eu tinha depressão. Quando tinha 23 anos eu descobri que era alcoólatra também.

Terapia ajuda? Eu não sei como me sinto sobre isso.
Sim! Salvou a minha vida completamente, muitas e muitas vezes. Eu nunca desisti de mim mesma e do meu desejo de ser melhor.

O que você faz para tentar ficar o mais feliz e pacífico possível?
Todo dia é diferente. É como acordar com amnésia e eu esqueço totalmente sobre o que tem de errado. Terapia, orações e meditação funcionam para mim.

Como você sabe que encontrou o terapeuta perfeito? Já estive em pelo menos 10 e nunca encontrei a pessoa certa.
Acho que tive uns 10 também. Você tem que continhar procurando!

Por que você começou a fazer terapia?
Eu tinha 8 anos de idade, então não tinha escolha. Eu fui porque meus pais me fizeram ir, mas então eu comecei a gostar. Era seguro!

Eu acho que sou bipolar, mas não sei como saber isso, você sabe como posso descobrir e onde ir?
Não se auto diagnóstique. Vá falar com alguém.

Eu tentei fazer terapia diversas vezes, mas eu fico super ansiosa. Alguma dica?
Continue procurando pela pessoa certa.Você não se sentirá confortável no início se você não fazer certo. Continue tentando!

Como você tratou sua ansiedade?
Eu usava medicamentos dos 12 aos 17 ans, mas não gostava muito, então eu encontrei maneiras alternativas para tratar minha depressão e ansiedade.

Como você lida com ansiedade e o que ajuda a clarear sua mente durante períodos estressantes?
Oração, meditação, escrever, dar uma pausa, estar em serviço e conectada com os outros, são coisas que funcionam para mim.

Você ainda vai a terapia?
Sim! Não acho que eu vá parar algum dia!

Estou sofrendo de ansiedade desde Junho. Estou indo na terapia mas não está funcionando. O que eu faço?
Continue sendo honesta com eles e com você mesma. Levou um longo tempo para eu me abrir, mas quando eu fiz isso tudo começou a funcionar.

Com este ambiente político, frio e implacável, quais são seus pensamentos para manter a depressão “controlada”?
Eu só tenho controle de como eu reajo ao mundo, eu não tenho controle sobre o mundo em si, então eu continuo trabalhando em mim e isso ajuda.

Tradução: Fernanda Billerbeck