11.04

Em nova entrevista para a People Magazine, Christina Perri falou sobre como foi atravessar uma depressão pós parto e sobre como é a vida de uma mãe trabalhadora. Confira nossa tradução.

Christina Perri sobre depressão pós parto e sobre ser uma mãe que trabalha: “Toda minha vida mudou

Christina Perri está caindo na real sobre sua vida como mãe.
Na edição dessa semana para a PEOPLE, a cantora de 32 anos de Jar of Hearts, falou sobre as boas vindas a sua primeira filha, sua transição de volta ao trabalho e ter que lidar com depressão pós parto.
No dia 17 de janeiro, Carmella, a filha de Perri e seu marido apresentador, Paul Costabile, fez um ano e a cantora tem um presente extra para sua primeira filha: Songs for Carmella: Lullabies & Sing-a-Longs.
A coleção de canções de ninar, o que inclui clássicos e bem como uma versão reduzida do hit A Thousand Years, é o primeiro lançamento de Christina desde quando ela se tornou mãe. E isso foi o retorno perfeito para Christina.
Toda minha vida mudou“, diz Perri. “Os primeiro 9 meses, o fato de que eu passei todos os milésimos de segundos com ela significa o mundo todo para mim. Eu sei o quão sortuda eu sou. Muitas mulheres não podem fazer isso. Eu não levei isso como garantido.
Uma vez que ela se adaptou à maternidade, a estrela estava pronta para flexionar seu músculo criativo novamente.
Carmella é a pessoa favorita pra quem eu canto. Eu pensei, ‘não seria legal se eu pudesse voltar a ser uma artista?‘”, disse Perri, que começou a fazer Songs for Carmella no último outono.
A cantora disse que a vida, claramente, é diferente agora que ela é uma mãe que trabalha.
Quando você se torna mãe, a extensão de você agora é sua filha- ela é minha chefa basicamente“, diz Perri. “É muito diferente. Eu estou no palco em frente de milhões de pessoas na TV e estou pensando, ‘e sobre sua fralda suja?’ É realmente humilhante.
A jornada de Perri como mãe nem sempre foi fácil. A artista que sempre foi aberta sobre lidar com depressão e ansiedade, revela que lidou com depressão pós parto final do ano passado.
Isso realmente me pegou quando parei de amamentar perto do natal. Eu estava tão triste e deprimida“, diz Perri. “Nós quase fingimos que não estava acontecendo, tipo, ‘Tudo bem. Eu consigo.’
Depois de compartilhar sua luta nas redes sociais, Perri disse que mais de 15 mil mães contataram o instagram enviando mensagens de apoio para ela.
O que realmente ajudou foi falar sobre isso,” ela disse. “Foi esmagador. Fez com que eu me sentisse muito melhor. Todas as mulheres me disseram ‘eu também, eu também, eu também’ e isso realmente me ajudou. A minha tribo de mães aumentou por causa disso.
Agora feliz e saudável, Perri esta ansiosa para o que vem a seguir.
Eu me casei, comprei uma casa e tive um bebê no mesmo ano. Falando sobre bençãos! Isso é um sonho,” ela diz. “Tudo que eu sempre quis foi uma família e é nisso que estou agora! É como um filme da Disney.

Fonte| Tradução: Fernanda Billerbeck